A COPA E OS ATIVISTAS

Irmãos Metralha 4A maior mobilização popular em toda a história dessas Terras de Santa Cruz não se deu para exigir a melhoria de vida do brasileiro. Não se deu por mais segurança, nem por menos corrupção. Não se deu para acabar com a impunidade de políticos safados nem dos criminosos e assassinos que perambulam às soltas. Não se deu pela dignidade e eficiência dos transportes públicos, nem da saúde, nem da educação. Mas, sim, para torcer pela vitória de um time em meia dúzia de partidas de futebol.

Essa Copa caiu como uma ducha de água fria sobre a disposição da maioria dos ativistas brasileiros, essas pessoas que já acordaram para a realidade de que não poderemos deixar as decisões sobre o futuro do Brasil só nas mãos desses políticos de merda que estão por aí. A Copa foi um verdadeiro freio na expectativa dessas pessoas que sabem que o único jeito é sair em campo para fazer valer a soberania popular porque nenhum dos graves problemas nacionais será resolvido se esses moleques milionários emplacarem ou não as necessárias bolas na rede.

É triste ver multidões hipnotizadas por uma mídia pérfida que em sua ação idiotizante idolatra a agilidade dos pés e subjuga a inteligência da cidadania, mas isto não é culpa da sociedade e sim dos políticos brasileiros cuja maioria determinante, desde os idos da despedida da Corte portuguesa, não fez outra coisa senão demagogia e usar o poder a eles conferido na contratação de obras e serviços públicos em favor de seu enriquecimento pessoal, protegidos por uma lei criada por eles mesmos para se safarem sempre mais ricos e impunes.

Peço a essa gente de bem, que luta a “boa luta” por um Brasil melhor, que aguente firme em sua determinação porque essa euforia vai passar e mais cedo ou mais tarde muita gente vai acabar entendendo que ganhar ou perder essa merda de Copa não vai mudar nada em suas vidas nem no futuro sombrio que hoje se esboça para seus filhos e netos.

A Copa vai passar, mas tudo vai continuar como dantes no reino de Abrantes e a tendência pode crer, é a reeleição em Outubro dos piores crápulas que já habitam essas paragens.

Daí a necessidade e até mesmo a imprescindibilidade de continuarem firmes os ativistas brasileiros em sua determinação de lutar por um Brasil melhor, ainda que isso, agora, pareça inútil.

Posso garantir que a luta vai continuar e que todos fazemos parte dela, porque a luta por mais democracia e por menos corrupção é como na Copa. Ou você está conosco ou está contra nós.

_______________________________________________________

Mais democracia participativa – Reorganização da Sociedade com introdução dos mecanismos de Democracia direta previstos em nossa Constituição: ADPF 196 no STF:
http://www.qualicidade.org.br/adpf-196/

Menos corrupção – Fim da bandalheira da corrupção e impunidade: EPOCC – PLIP:
www.epocc.org.br/epocc

Artigos Relacionados:

Publicado na categoria: Blog do Cidadão Independente | Com a tag , , , , | 3 Comentários

3 respostas a A COPA E OS ATIVISTAS

  1. paulo vilela disse:

    E não é isso mesmo, Fernando?
    Futebol tem esse poder, provoca catársis, e não só aqui.

    Em “Carnes Trêmulas” do Almodóvar, um investigador paraplégico vai tirar satisfação com o colega de trabalho, que está tendo um caso com sua mulhero. Entra com dificuldade na casinha do sujeito decidido a lhe quebrar a cara. A TV ligada, na hora o Barcelona faz um gol – os dois vibram e se abraçam.

    As atividades de repúdio ao sistema corrupto entra em férias forçadas por um tempo maior que a duração da Copa. E ainda que não se acostumem, nem devam, banho de água gelada vai continuar até depois das eleições, como vc mesmo diz, infelizmente pra quem não é e pensa como a maioria.

  2. paulo vilela disse:

    E não é isso mesmo, Fernando?
    Futebol tem esse poder, provoca catársis, e não só aqui.

    Em “Carnes Trêmulas” do Almodóvar, um investigador paraplégico vai tirar satisfação com o colega de trabalho, que está tendo um caso com sua mulhero. Entra com dificuldade na casinha do sujeito decidido a lhe quebrar a cara. A TV ligada, na hora o Barcelona faz um gol – os dois vibram e se abraçam.

    As atividades de repúdio ao sistema corrupto entra em férias forçadas por um tempo maior que a duração da Copa. E ainda que não se acostumem, nem devam, banho de água gelada vai continuar até depois das eleições, como vc mesmo diz, infelizmente pra quem não é e pensa como a maioria.

  3. Jorge Barreto disse:

    Grande Fernando
    Você sempre otimista, mesmo com tantos brasileiros com a visão de mundo do tamanho de uma bola de futebol. Todos aprendemos, uns com amor outros com dor, mas esta maioria com toda a certeza, só aprenderão quando o caos total estiver estabelecido, 30 bilhões foram jogados no lixo, enquanto muitos penam pelas nossas ruas, calçadas e viadutos.
    Grato pelo brilhante artigo.
    Abraços
    Jorge

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Efetue a operação abaixo: *