Alguém ainda duvida que corrupção é um crime hediondo ?

O conceito mundial sobre corrupção evoluiu e hoje é muito mais amplo do que era no passado. Além dos casos de subornos, propinas, fraude e desvio de fundos por agente público, agora também inclui nepotismo, extorsão, tráfico de influência, uso de informação privilegiada para fins pessoais, venda de sentenças judiciais, obstrução da justiça, e enriquecimento ilícito com lavagem de dinheiro de corrupção.

Com isso chegou-se a um entendimento universal de que a corrupção corrói as bases das instituições públicas, distorce a legitimidade dos processos eleitorais e subverte o Estado de Direito e, por isso, ameaça as instituições democráticas, tira legitimidade do processo eleitoral, retarda o desenvolvimento econômico e contribui para a instabilidade política.

Além disso condena à morte aquelas pessoas necessitadas para os quais faltam recursos para internação, tratamentos médicos ou cirúrgicos e, ainda, empurra para a marginalidade ou para a criminalidade aqueles jovens em áreas de risco para os quais faltam recursos do Estado para educação, esportes e oportunidade de desenvolvimento pessoal.

Reconhecendo a necessidade de um instrumento global que poderá ajudar os Estados-Membros na luta contra a corrupção , a Assembléia Geral da ONU aprovou, em 29 de setembro de 2003, a UNCAC Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção – o primeiro instrumento juridicamente vinculativo anti-corrupção internacional. A Convenção fornece um caminho para a criação de uma resposta global ao problema da corrupção.

Conheça a UNCAC e junte-se à Força de Paz pela Democracia e Contra a Corrupção fazendo sua Declaração de Adesão Pessoal 

 

Artigos Relacionados:

Publicado na categoria: Blog do Cidadão Independente | Com a tag , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Efetue a operação abaixo: *