Feitiço se volta contra o feiticeiro e Temer sofre tentativa de assalto.

O caos da violência urbana instalado por absoluta incompetência e excesso de corrupção dos políticos brasileiros, obviamente incluindo aí todos os colegas, amigos, aliados e opositores do Vice Michael Temer, quase o vitimou.

Felizmente, para ele, estava em carro blindado e com quatro seguranças no carro de traz, os quais, ao se movimentarem para fazer jus ao que nós lhe pagamos, espantaram o bandido.

Lamentavelmente milhares de paulistanos e paulistanas não tiveram a mesma sorte de serem protegidos pelo Estado e, por isso, foram e continuam sendo assaltados nos semáforos da cidade.

Temer sofre tentativa de assalto em São Paulo

O vice-presidente da República, Michel Temer, sofreu uma tentativa de assalto, na noite do último dia 1º, na Avenida Cidade Jardim, no bairro do Itaim Bibi. Segundo informações da assessoria de imprensa do vice-presidente, a tentativa de assalto ocorreu quando ele se dirigia ao Aeroporto de Guarulhos para retornar a Brasília, no Distrito Federal.

O carro do vice-presidente era escoltado por mais dois veículos, que conduziam seguranças do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). Ao parar em um semáforo, um homem se aproximou do veículo onde estava Temer e bateu em um dos vidros. Ele teria indicado, segundo a assessoria de imprensa, que portava uma arma. O segurança que acompanhava o vice-presidente no veículo julgou a atitude suspeita e acionou os outros veículos.

Os demais seguranças saíram dos carros e abordaram o homem, que prontamente largou o artefato que carregava. A suposta arma, segundo a assessoria de imprensa, era um revólver de brinquedo. O vice-presidente não prestou queixa da tentativa de assalto. O veículo que transportava o vice-presidente era blindado e não estava identificado com placa oficial da Presidência da República.

 

Artigos Relacionados:

Publicado na categoria: Blog do Cidadão Independente | Com a tag , , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Efetue a operação abaixo: *