UNCAC- Coalizão apela para a liberdade de líder argelino ativista do combate à corrupção

Berlim, terça-feira, 7 de setembro.

A UNCAC Coalizão de organizações da sociedade civil para apoiar a Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção está seriamente preocupada com a prisão e detenção continuada do líder anti-corrupção ativista Djilali Hadjadj e solicita sua liberação. Hadjadj foi preso no domingo 05 de setembro no aeroporto da cidade de Constantine localizada no nordeste do país. As últimas informações disponíveis ainda estão sendo realizadas pelas agências policiais. A UNCAC Coalizão apela para o Governo da Argélia cumprir a lei internacional, garantir o devido processo legal e adequado tratamento ao detido.

Hadjadj é presidente da organização anticorrupção da Argélia, “L’Association de Lutte contre la corrupção algérienne” (AACC). Ele é um advogado anticorrupção muito ativo e nas últimas semanas, publicou alguns artigos criticando tanto o Presidente da Argélia, como o novo Gabinete Anti-Corrupção, criado no mês passado. Sua organização é membro da UNCAC Coalizão, uma rede global de organizações da sociedade civil.

Em novembro de 2009, o governo argelino negou à organização sr. Hadjadj se fazer representar na 3 ª Conferência da Convenção de Estados das Nações Unidas contra a Corrupção, realizada em Doha, Qatar. Djilali Hadjadj, agora sob prisão, esteve presente na 2 ª Conferência da Convenção contra a Corrupção, na Indonésia, em 2008, e falou em um painel sobre suas experiências com o governo argelino e a necessidade de proteção de quem defende o combate à corrupção. (Vídeo de peças de sua apresentação estão disponíveis.)
Apesar de uma organização local de direitos humanos ter confirmado que Hadjadj esteve em contacto com o seu advogado e sua esposa, a Coalizão está preocupada com sua segurança, e especialmente com a sua saúde. Segundo familiares, Hadjadj estava programado para ser transferido para a capital segunda-feira, 6 setembro, mas a transferência terá lugar hoje, onde se aguarda o seu depoimento formal diante de um juiz.

Por anos Hadjadj tem trabalhado para prevenir e conter a corrupção na Argélia, adotando uma postura crítica, mas construtiva. A Coalizão apela para que o governo argelino garanta um processo justo e transparente, em conformidade com as normas internacionais.
Contato:
Gillian Dell
Transparência Internacional-Alemanha Berlim
gdell@transparency.org
Tel: 49-30-343-82017

Nota aos editores: A Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção (CNUCC) é o mais abrangente acordo jurídico global para combater a corrupção. É um acordo vinculativo ratificado por 146 Estados sobre normas e requisitos relativos à prevenção, detecção, investigação e punição à corrupção. A adoção de um mecanismo eficaz de revisão na próxima Conferência dos Estados Partes é essencial para o sucesso da Convenção contra a Corrupção.

A UNCAC-Coalition foi formada em 2006 e é composta por cerca de 200 organizações da sociedade civil distribuída em mais de 60 países. Seu objetivo é promover a ratificação, implementação e monitoramento da Convenção da ONU contra a Corrupção. Mais informações podem ser encontradas em www.uncaccoalition.org

Artigos Relacionados:

Publicado na categoria: Blog do Cidadão Independente | Com a tag , , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Efetue a operação abaixo: *