Após denúncia de corrupção Secretário executivo da Agricultura se demite

Brasília – Mais uma baixa no governo devido a denúncias de corrupção. Ontem, o secretário executivo do Ministério da Agricultura, Milton Ortolan, entregou o cargo, em carta ao ministro Wagner Rossi. Acusado de desvio de recursos na pasta, Ortolan alegou estar sendo “injustiçado e ofendido pelas suspeitas levantadas na reportagem”, da revista ‘Veja’. Segundo a publicação, Ortolan seria contato do lobista Júlio Fróes no ministério, que teria participado de reuniões para acertar contratos na pasta e pagaria propina a servidores.

O ministro negou qualquer relação com Fróes, que é identificado pela revista como amigo de Júlio Fróes. “Nunca participei de reunião com este senhor. Não desfruta de minha amizade e nem de minha confiança. Reafirmo: não é meu amigo”, ressaltou em nota.

A Associação Nacional de Jornais condenou a agressão ao jornalista Rodrigo Rangel, editor da sucursal da “Veja” em Brasília. Rangel afirma ter sido ameaçado e agredido por Júlio Fróes durante entrevista.

Fonte: O Dia online

Artigos Relacionados:

Publicado na categoria: Notícias | Com a tag , , , , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Efetue a operação abaixo: *