Corrupção no Brasil: Inicia audiência com ministro do Turismo

Começou há pouco audiência pública com o ministro do Turismo, Pedro Novais, que deverá dar esclarecimentos sobre um suposto esquema de desvio de recursos públicos na pasta. As suspeitas recaem sobre um convênio assinado pelo ministério e por uma entidade sem fins lucrativos chamada Ibrasi (Instituto Brasileiro de Desenvolvimento de Infraestrutura Sustentável), alvo de investigação da Operação Voucher, da Polícia Federal (PF).

No último dia 9, a Polícia Federal prendeu 36 pessoas acusadas de participar do esquema. Os mandados de prisão foram expedidos em Brasília, São Paulo, Macapá e Curitiba. Todos os acusados já foram libertados.

Segundo a PF, as investigações começaram em abril, a partir de levantamento do Tribunal de Contas da União (TCU), que identificou irregularidades no convênio, que previa o repasse de R$ 4,4 milhões para qualificar 1,9 mil profissionais de turismo no Amapá. As investigações constataram que não houve a qualificação de profissionais, e os recursos foram pagos a empresas que só existem no papel.

A PF afirma que integrantes da cúpula do ministério participaram do desvio de R$ 3 milhões dos R$ 4,4 milhões liberados a partir de emenda da deputada Fátima Pelaes (PMDB-AP) ao Orçamento da União. Entre os acusados estão o então secretário-executivo do ministério, Frederico da Costa (o segundo na hierarquia do ministério), que ontem pediu demissão do cargo, e o ex-deputado e secretário de Programas de Desenvolvimento de Turismo, Colbert Martins. Todos os acusados negam envolvimento no desvio.

As investigações prosseguem porque há indícios de fraudes em convênios similares. O Ministério Público do Amapá decidiu pedir à Procuradoria Geral da República que analise suspeitas de envolvimento da deputada Fátima Pelaes, que surgiram após as prisões. Alguns dos presos na operação disseram que ela se beneficiou de parte dos recursos públicos liberados de suas próprias emendas. Ela afirma que as acusações são caluniosas.

A audiência, que está sendo promovida pelas comissões de Defesa do Consumidor; de Fiscalização Financeira e Controle; e de Turismo e Desporto, ocorre neste momento no auditório Nereu Ramos.

Fonte: Camara dos deputados

Artigos Relacionados:

Publicado na categoria: Notícias | Com a tag , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Efetue a operação abaixo: *