Em Atenas casa de ministro torna-se Partenon da corrupção

Perto do Partenon e do teatro de Dionísio, a Acrópole ganhou, há algumas semanas, uma nova atração: a casa luxuosa de um ex-ministro grego acusado de lavagem de dinheiro, convertida em um templo da corrupção.

“Depois do museu da Acrópole, a casa do ministro corrupto tornou-se, infelizmente, a maior atração daqui”, conta uma jovem de Atenas, em uma das ruas mais chiques da capital.

A casa de Akis Tsochatzopulos, ex-ministro da Defesa, tornou-se parada obrigatória para os gregos e turistas que percorrem a rua de pedestres, localizada aos pés da Acrópole.

Uma idosa faz o sinal da cruz várias vezes diante do grande portão preto, e observa com receio e asco os dois andares da casa imponente e seus muros amarelos. “É uma vergonha o ministro e toda essa gente do Pasok (Partido Socialista) que rouba dinheiro e enche os bolsos”, comenta, irritada.

“Sabemos que existem ainda muitos outros ministros corruptos”, intervém Nikos, 30.

Os turistas também não poupam comentários diante da casa. “Esse pobre ministro, com seu salário baixo… Assim estão as coisas na Grécia”, explica, com ironia e indignação, uma grega a amigos britânicos.

O ex-ministro da Defesa Akis Tsochatzopulos (1996-2000) é processado, entre outras coisas, por não ter declarado ao fisco a propriedade. No começo de abril, pouco antes das eleições legislativas de 6 de maio, ele foi preso em Atenas.

Em 17 de abril, este líder e membro fundador do Pasok foi acusado de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha em um caso de compra de armamento.

Tsochatzopulos é acusado de ter usado seu cargo no Ministério da Defesa para cobrar subornos pagos através de sociedades “offshore” em contratos de compra de um sistema antimísseis russo e submarinos alemães.

A detenção de Tsochatzopulos – primeira prisão de um ministro em 20 anos ligada a esse tipo de assunto – representa “o questionamento de todo o sistema político grego”, aponta um especialista. “É uma forma de dizer que existem outros corruptos, e que todo mundo sabe disso.”

Desde a prisão de Tsochatzopulos, a imprensa grega não deixou de revelar as quantias gastas pelo ex-ministro na decoração da casa, bem como as viagens do casal Tsochatzopulos, cuja boda foi celebrada com pompa na França.

Fonte: Terra

Artigos Relacionados:

Publicado na categoria: Notícias | Com a tag , , , , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Efetue a operação abaixo: *