Em Santa Catarina justiça acata denúncia de corrupção contra ex-governador

O Tribunal de Justiça (TJ) de Santa Catarina acatou a denúncia de corrupção ativa e passiva e tráfico de influência contra o ex-governador do Estado Leonel Pavan (PSDB). A decisão da 2ª Câmara Criminal do TJ foi unânime e engloba, além do líder tucano, outras seis pessoas – quatro servidores estaduais e dois empresários – envolvidas na “Operação Transparência”, realizada pela Polícia Federal em 2009.

Nas investigações, Pavan foi acusado de buscar vantagens para a empresa Arrows Petróleo do Brasil. O grupo conseguiu manter o cadastro junto à Secretaria da Fazenda, mesmo possuindo dívidas que ultrapassavam os R$ 13 milhões.

Na decisão do TJ, o desembargador Volnei Celso Tomazini anotou que existem “indícios” que justificam a ação contra o ex-governador. A denúncia chegou a ser rejeitada e só foi acatada depois que o Ministério Público recorreu.

Pavan se pronunciou sobre o caso apenas através de sua conta no Twitter: “Agora, quem vai recorrer sou eu, e se não der, vou preparar minha defesa e provar minha inocência”, afirmou.

Fonte: Terra

Artigos Relacionados:

Publicado na categoria: Notícias | Com a tag , , , , , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Efetue a operação abaixo: *