Imposto é um dos principais da Corrupção

A corrupção no Brasil pode ser perfeitamente ilustrada em duas reportagens em sequência no canal pago Globonews. Na primeira, o repórter falava do sacrifício, desespero e muito choro dos pacientes dos hospitais públicos do Rio de Janeiro. Na matéria seguinte, o repórter fala sobre uma denúncia do Ministério Público Federal contra alguns hospitais acusados de desvio de R$ 17 milhões dos cofres públicos.

Se de um lado falta dinheiro para o Governo oferecer uma saúde de qualidade ou menos sofrível, do outro a corrupção através de contratos superfaturados que saqueiam o dinheiro do erário. E para que mais gente não morra nas filas, o Governo fala em criar novo imposto. Como se no Brasil os impostos não fossem escorchantes e os mais altos do mundo.

Se o problema fosse somente da saúde, poderíamos dizer que seria um furo na caixa d’água, fácil de resolver o vazamento. Mas são milhares de furos que fazem o dinheiro do contribuinte vazar e sair pelo ralo. O pior é que a cada dia o problema, ao invés de diminuir, aumenta. E o governo não tem mais onde criar novos impostos.

Basta surgir uma obra pública que logo aparece um reajuste de preço – o chamado complemento. Sem falar que muitas empresas que oferecem um preço menor acabam não dando conta da obra e, em muitos casos, fecham as portas. O que se vê são obras inacabadas deixando monumentos incompreensíveis por todo o país.

A corrupção aumentou justamente num período em que temos leis mais rígidas, com um Ministério Público atuante que pede bloqueio dos bens, ressarcimento aos cofres públicos, além de colocar gestores públicos atrás das grades, um fato inédito. Mesmo assim, os corruptos podem ser comparados a baratas: quanto mais são exterminadas, mais aparecem.

Trocar ministros, secretários e segundo escalão já não surte mais o efeito desejado. Se isso resolvesse, bastaria trocar o ministro. Só que o problema é mais grave. Pior, é mais antigo do que se imagina. Desde que o Brasil é Brasil, a corrupção se instalou por aqui. Mas, desta vez, ela resiste.

Fonte: Diário de Cuiabá

Artigos Relacionados:

Publicado na categoria: Notícias | Com a tag , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Efetue a operação abaixo: *