Lobista amigo de tucanos foi indiciado por corrupção na Suíça em 2011

O empresário e lobista José Amaro Pinto Ramos, amigo de vários políticos do PSDB, foi indiciado na Suíça em 2011 por lavagem de dinheiro e corrupção de agentes públicos no caso Alstom. O Ministério Público da Confederação Helvética (MPC) informou as autoridades brasileiras sobre o indiciamento em um relatório de 21 de fevereiro de 2011. A Promotoria enviou o documento para auxiliar nas investigações sobre o suposto esquema de pagamento de propinas envolvendo o sistema de transporte ferroviário de São Paulo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

A Alstom teria fechado negócios milionários por meio de licitações fraudadas e pagamento de valores a dirigentes de estatais em São Paulo. Além de José Amaro Ramos, o relatório cita outros dois empresários e engenheiros brasileiros, que também são lobistas: Arthur Gomes Teixeira e Sérgio Meira Teixeira, que já morreu. Teixeira teria feito depósitos em uma conta do engenheiro João Roberto Zaniboni, ex-diretor de operações e manutenção da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), entre 1998 e 2003. Segundo a investigação, Zaniboni recebeu US$ 836 mil, parte deles repassados por Teixeira, que seria o pagador de propinas do esquema Alstom.

Fonte: Terra

Artigos Relacionados:

Publicado na categoria: Notícias | Com a tag , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Efetue a operação abaixo: *