Marco Maia se reúne com movimento contra corrupção nesta manhã

A Frente Parlamentar Mista de Combate à Corrupção se reúne nesta manhã com o presidente da Câmara, Marco Maia. O objetivo do encontro, de acordo com o coordenador do grupo, deputado Francisco Praciano (PT-AM), é pedir agilidade na votação de propostas voltadas ao combate à corrupção. A reunião será realizada às 10h30, no gabinete da Presidência da Câmara.

Entre as propostas sobre o tema está a que cria o tribunal superior da probidade administrativa (PEC 115/07) e o projeto que inclui no Código Penal o enriquecimento ilícito e fixa pena de reclusão de 2 a 12 anos e multa por enriquecimento ilícito de funcionários públicos (PL 5363/05).

Integrantes de movimentos de combate à corrupção que usam as redes sociais para as suas mobilizações também se organizam para tirar as pessoas da frente de seus computadores e levá-las para protestar nas ruas, tornando mais visível a sua indignação.

Passeata pela ética
Já está marcada uma passeata pela ética e pela moralidade na política no Distrito Federal para 23 de agosto, em Brasília. O evento é organizado pelo movimento Reage Brasília.

A concentração será na Praça do Buriti, a partir das 16 horas, em frente ao Palácio do Buriti, sede do governo do DF. A passeata vai se dirigir ao Tribunal de Justiça do Distrito Federal e, em seguida, para a Câmara Legislativa.

A coordenadora do movimento Reage Brasília, Leiliane Rebouças, afirma que o Distrito Federal virou “vitrine nacional de escândalos de corrupção” nos últimos anos, envolvendo os Poderes Executivo, Judiciário e Legislativo locais.

Leiliane Rebouças lamenta que vários desses escândalos ainda estampam as capas de jornais, sem uma resposta adequada da Justiça brasileira. “Corrupção existe em todos os lugares do mundo. O que nós precisamos é acabar com a impunidade. E isso só vai ocorrer quando as pessoas exercerem plenamente a sua cidadania, fiscalizando, exercendo o controle social, e não apenas só votando e deixando aqueles parlamentares, que são seus representantes, fazer o que quiserem.”

A dirigente afirma que o movimento vai apresentar propostas aos representantes do governo para tentar reduzir as irregularidades que têm ocorrido na administração do Distrito Federal. A coordenadora do movimento Reage Brasília pede que, mesmo quem não puder participar da passeata, use roupas pretas, coloque faixas negras em sua casa ou fitas nos carros, em protesto contra a corrupção.

Pernambuco.com

Artigos Relacionados:

Publicado na categoria: Notícias | Com a tag , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Efetue a operação abaixo: *