Na Bahia polícia busca 6 ex-vereadores acusados de corrupção

A polícia de Mucuri, no extremo sul da Bahia, procura seis dos oito ex-vereadores que estariam envolvidos em um esquema de corrupção descoberto em dezembro do ano passado. Na quinta-feira, o Tribunal de Justiça acatou recurso do Ministério Público contra a soltura dos ex-parlamentares e determinou que eles voltassem à prisão.

A Polícia Civil, com apoio da Companhia de Ação Especializada em Mata Atlântica (Caema) e o 13º Batalhão da Polícia Militar, iniciou as buscas aos ex-vereadores no final da tarde de sexta-feira, na casa de cada um deles. Até a noite de domingo, informou o delegado de Mucuri, Sanei Simões, ninguém havia sido localizado. “Para a (Polícia) Civil eles são considerados foragidos”, disse o delegado, informando que o patrulhamento nas rodovias foi intensificado.

Tiveram prisão decretada Carlos Gonçalves, o “Tazinho”; Gisele Gazzinelli; Roberto Bastos, o “Nicó”; Márcio Machado, o “Marcinho da Divisa”; Roberto Alves, o “Professor Roberto”; e Wilson Pereira Cabral, o “Wilson da Pinheiro Móveis”.

Eles haviam sido presos, junto com três empresários, sendo um deles também vereador em Nova Viçosa, durante a Operação Caribe, em 22 de dezembro de 2011. Todos são acusados pelo Ministério Público de corrupção ativa e passiva. Depoimentos dos acusados, gravações em vídeo, documentos e dinheiro apreendidos apontam que os vereadores receberam propina para aprovar na Câmara projeto de interesse dos empresários, segundo MP.

Fonte: Terra

Artigos Relacionados:

Publicado na categoria: Notícias | Com a tag , , , , , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Efetue a operação abaixo: *