Na segunda, Premiê checo renuncia por escândalo de corrupção.

A influente chefe de gabinete de Petr Necas foi posta em prisão preventiva no sábado, após ter sido incriminada de corrupção e abuso de poder.

O primeiro-ministro checo, Petr Necas, anunciou neste domingo, em Praga, que apresentará sua demissão na segunda-feira, devido a um escândalo de corrupção e abuso de poder envolvendo sua colaboradora mais próxima. “Eu renunciarei ao meu cargo na segunda-feira. Sou consciente da minha responsabilidade política”, declarou Necas, durante entrevista coletiva.

Necas manifestou-se a favor da manutenção do governo atual tripartite de centro direita, com um novo primeiro-ministro proposto por seu partido, ODS. O nome do ministro da Indústria e vice-presidente do ODS, Martin Kuba, tem sido citado pela imprensa checa.

Composto pelo ODS de Necas, por outro partido de direita, TOP 09, do chefe da diplomacia Karel Schwarzenberg, e do pequeno partido de centro Lidem, a coalizão não tem maioria parlamentar desde 2012.

A oposição de direita reivindica a organização de eleições antecipadas, o mais rápido possível. As próximas eleições legislativas estão previstas para 2014 e os social-democratas (CSSD) são apontados como grandes favoritos.

Influente chefe de gabinete de Necas, Jana Nagyova, foi posta em prisão preventiva no sábado, após ter sido incriminada de corrupção e abuso de poder por ter usado o serviço de inteligência militar para espionar ilegalmente a esposa do primeiro-ministro. Jana Nagyova, 48 anos, é considerada pela imprensa popular como a namorada do premier.

Dois generais e um coronel do serviço de inteligência militar também estão sob investigação judicial neste caso.

Fonte: Noticias Terra

Artigos Relacionados:

Publicado na categoria: Notícias | Com a tag , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Efetue a operação abaixo: *