Prefeito de SP Kassab revela que diretor suspeito de corrupção não voltará ao cargo

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, afirmou nesta segunda que o ex-diretor Departamento de Aprovação de Edificações (Aprov) da prefeitura de São Paulo, Hussain Aref Saab, não voltará ao cargo. Ele foi afastado por recomendação pela Corregedoria Geral do Município e pelo Ministério Público Estadual, que o investiga por suspeita de enriquecimento ilícito. Nos poucos mais de sete anos em que esteve na função, Saab adquiriu 106 imóveis.

De acordo com reportagem da TV Folha , o responsável pela aprovação de empreendimentos imobiliários da capital paulista acumulou, de 2005 até este ano, patrimônio superior a R$ 50 milhões. ão pelo menos 118 imóveis, incluindo 24 vagas de garagem extras. Aref tem renda mensal declarada de R$ 20 mil, entre rendimentos de aluguéis e salário bruto na prefeitura de R$ 9,4 mil (incluindo uma aposentadoria).

Segundo o advogado do suspeito, Augusto de Arruda Botelho, a investigação não está relacionada à corrupção. “(A investigação) foca na eventual fraude de obtenção de alvarás”, disse Botelho. Conforme o advogado, a explosão patrimonial é explicada pela valorização dos imóveis que o ex-diretor da Aprov já possuía antes de assumir o cargo. “A evolução patrimonial dele é absolutamente explicável, contabilizada.

O fato de a quantidade de imóveis ter aumentado após ele assumir o cargo de diretor da Aprov está relacionada ao aumento e à valorização de imóveis como um todo em São Paulo e também (pela) renda de outros negócios que o senhor Aref participa, negócios absolutamente lícitos e declarados”, disse Botelho, que afirmou ainda que seu cliente “é um senhor de idade, está com quadro de hipertensão” e, por isso, preferiu que seus advogados se manifestassem sobre o assunto.

Fonte: Jornal do Brasil

Artigos Relacionados:

Publicado na categoria: Notícias | Com a tag , , , , , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Efetue a operação abaixo: *