Sergio Cabral, seu cara de pau. Dá enredo de escola de samba

Em Madri, Cabral diz desconhecer novos contratos com Delta

O governador do Rio, Sérgio Cabral, disse neste sábado (20) que desconhece os novos contratos que o governo fluminense firmou com a construtora Delta no valor de R$ 37,6 milhões.

Em viagem oficial a Madri, na Espanha, Cabral argumentou que não soube da assinatura dos contratos, publicados no “Diário Oficial” de seu governo, antes de a imprensa divulgar o caso.

Empresário amigo de Cabral ganha novos contratos no Rio

“Eu tomei conhecimento com a imprensa, não estava nem sabendo desses contratos”, declarou à Folha.

A relação pessoal de Cabral com o empresário Fernando Cavendish, da construtora, se tornou pública após um acidente de helicóptero na Bahia que matou sete convidados do aniversário do empresário, entre eles uma nora do governador.

Ao ser questionado sobre os motivos de voltar a contratar a Delta, de novo sem licitação, o governador disse que a assinatura dos contratos não é de sua responsabilidade. “Isso não é comigo, é com a Secretaria [estadual] de Obras [a cargo de seu vice-governador, Luiz Fernando Pezão]”.

Junto com o prefeito do Rio, Eduardo Paes e uma comitiva com a deputada fluminense Myriam Rios (PDT) o secretário estadual de Assistência Social, Rodrigo Neves, e o senador Lindberg Farias (PT-RJ), o governador foi a Madri para participar do anúncio de que o Rio sediará a próxima Jornada Mundial da Juventude, maior encontro de jovens cristãos que acontece até hoje na capital espanhola.

O papa Bento 16, que está no encontro e também irá ao Rio, deve fazer o anúncio oficial em missa na manhã de domingo (21) com a comitiva do Brasil.

O encontro do Rio acontecerá em 2013 e, segundo o prefeito Eduardo Paes, deve receber 4 milhões de peregrinos, quatro vezes mais que o de Madri. Paes afirmou que o evento deve reunir mais pessoas no Rio que a Copa de 2014, mas disse ainda não ter estimativa de custos –em Madri, o evento saiu por cerca de 50 milhões de euros (cerca de R$ 115 milhões), e espanhóis protestaram por gastos do governo em um encontro religioso.

Após a missa, Cabral, ainda em viagem oficial, segue para Paris, onde participa do anúncio de que o Rio sediará, também em 2013, o campeonato mundial de judô.

Folha de São Paulo 21/08/11 LUISA BELCHIOR

Artigos Relacionados:

Publicado na categoria: Notícias | Com a tag , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Efetue a operação abaixo: *