Lamentavelmente a Polícia Militar falhou novamente!

A POLÍCIA FALHOU - NOVAMENTE

Se antes a Polícia Militar falhou por excesso de força e erros de alvo, agora falhou por medo de Governadores em serem tachados de gorilas truculentos ou por simples falta de competência de seus comandantes ou, ainda, por que alguém está apostando no caos.

Fato é que a baderna orquestrada que se deu em pontos isolados, como na sede da Prefeitura de São Paulo ou na ALERJ, por exemplo, poderiam ser facilmente contidos com métodos não truculentos e certamente, devidamente documentados os excessos desses grupelhos, como o foram, essa repressão receberia o apoio de toda a população e principalmente da multidão pacifista que esteve na Paulista e na Rio Branco.

A mídia, por sua vez, tem a obrigação de documentar, mas também não pode servir aos propósitos de criação de lideranças violentas, candidatos a mártires que, como se vê em diversas fotos e vídeos, destacam-se uns poucos exacerbados em meio a centenas de fotógrafos e cinegrafistas ávidos da melhor imagem para publicação em seus veículos de comunicação.

À medida que a mobilização nacional possa ir crescendo e prosseguir dentro do espírito pacifista que se estabeleceu com a multidão da Paulista e da Rio Branco e, também, desde que se possa ir isolando os grupos radicais e adeptos do quebra-quebra, todos nós só temos a ganhar.

Por isso é nosso desejo que a polícia que faça o seu trabalho de garantir a segurança da população (trabalho este que, em linhas gerais, tem sido muito mau feito) e procure isolar e deter os baderneiros com o uso da força, mas sem exageros, e nos poupem da repetição das cenas de barbárie que todos vimos assistindo nos últimos dias.

FDL

« Voltar